Mulheres são maioria entre novos empreendedores e têm papel fundamental no crescimento econômico brasileiro

Mais da metade (51,5%) dos novos negócios no País é chefiada por mulheres. A pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) revela também que a taxa de empreendedorismo feminino de empresas com até três anos e meio de existência ficou em 15,4% ante 12,6% entre os homens. Os dados, celebrados neste Dia Internacional da Mulher (8), apontam mudanças significativas na sociedade, apesar de ainda haver desafios a ser superados.

Um levantamento de 2016 da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos revelou que, entre os empreendedores que obtiveram acesso a financiamento pelo Prospera-DF, 60% eram mulheres, especialmente da área comercial, o que ilustra a guinada feminina pelo caminho do empreendedorismo também na capital.

A notícia revela, que a mulher tem sim tanta competência quanto o homem para exercer cargos de liderança, e o empreendedorismo fomenta a empregabilidade e movimenta a economia, o que é extremamente positivo neste momento de busca pelo equilíbrio da economia. 

Comentários no Facebook

Publicações relacionadas